Na série Espelho o artista Beto Kelner representou a grafitagem como símbolo urbano que, assim como um espelho, reflete a pluralidade de uma cidade e todas as formas de expressão das pessoas que a habitam. Beto Kelner se inspirou para transmitir ao seu público uma obra que fala sobre a capacidade do espelho nos mostrar quem somos mas também sobre a imagem que refletimos para o outro dentro deste universo multifacetado da vida urbana.